PROGRAMA de Bolsa Permanência do MEC – PBP/MEC

Postado por Secretaria PRAE em 21/ago/2013

O Programa de Bolsa Permanência do MEC (PBP/MEC) proporciona auxílio financeiro (R$ 400,00) a estudantes matriculados em instituições federais de ensino superior, em cursos com carga horária média diária maior ou igual às 5h, em situação de vulnerabilidade socioeconômica e estudantes indígenas e quilombolas (R$ 900,00). Esta bolsa é acumulável com outras modalidades de bolsa como Iniciação Científica, monitoria, extensão, etc., até o valor máximo de 1,5 salário mínimo, exceto para indígenas e quilombolas. Não é acumulável com o auxílio permanência da PRAE.

Na UFPR são atendidos estudantes com fragilidade socioeconômica de seis cursos: Biomedicina, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Medicina Veterinária de Palotina e Oceanografia, além de estudantes indígenas e quilombolas.

Os pagamentos das bolsas PBP/MEC são efetuados pelo MEC, normalmente entre os dias 20 e 30 do mês.

Para participar do Programa o estudante deverá:

1)     Preencher e finalizar o cadastro em  permanencia.mec.gov.br, anexando o Termo de Compromisso assinado;

2)     Preencher o cadastro da PRAE em:

http://www.questionarios.ufpr.br/index.php/survey/index/sid/285847/newtest/Y/lang/pt-BR

3)     Entregar a documentação comprobatória de renda solicitada no Edital 1/2015.

 Obs.: Os estudantes que já tem cadastro deferido na PRAE,  estão dispensados de apresentar a documentação.

 

Orientações para estudantes que vão receber o benefício do Programa de Bolsa Permanência (PBP) do MEC pela primeira vez:

    1. Entrar no endereço https://www.fnde.gov.br/sigefweb/consultar-beneficios e inserir o CPF.
    2. Imprimir a tela que informa o n° do benefício e o n° do convênio BB (vide figura abaixo). Se preferir, o aluno poderá simplesmente anotar os números mencionados anteriormente.
    3. Dirigir-se à agência do Banco do Brasil que o estudante indicou ao fazer seu cadastro no sistema, munido do n° do benefício e do n° do convênio BB, além da documentação básica exigida pelo banco (Carteira de Identidade e CPF).
    4. Solicitar o saque da primeira parcela da bolsa e a emissão do cartão que será utilizado nos saques subsequentes.